Segunda-feira, 29 de Novembro de 2004

Digo-te Adeus

Como se houvesse uma tempestade
escurecendo os teus cabelos
ou, se preferes, a minha boca nos teus olhos,
carregada de flor e dos teus dedos;

como se houvesse uma criança cega
aos tropeções dentro de ti,
eu falei em neve, e tu calavas
a voz onde contigo me perdi.

Como se a noite viesse e te levasse,
eu era só fome o que sentia;
digo-te adeus, como se não voltasse
ao país onde o teu corpo principia.

Como se houvesse nuvens sobre nuvens,
a sobre as nuvens mar perfeito
ou, se preferes, a tua boca clara
singrando largamente no meu peito.

Eugénio de Andrade
publicado por In Loko às 05:03
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De verdinha a 4 de Dezembro de 2004 às 15:42
por mais k digamos adeus, qd gostamos msm d alguem, exe adeus nca é definitivo .. beijos *******
De In loko a 2 de Dezembro de 2004 às 04:39
Já partiste, o comboio já te leva para novos rostos e emoções... não cheguei a tempo de dizer-te até já Maria!... Mas ficas comigo amiga, quando puderes "apita" com um simples OLÁ, ok?!......................................
100 chave, tens toda a razão há sempre algo que fica gravado bem cá dentro! Abraços
De 100chave a 1 de Dezembro de 2004 às 23:19
Ninguém é perfeito para dizer adeus, tal como não existem adeus perfeitos; pq nunca se parte inteiramente. Há sp algo q fica; na memória, na alma, no coração.
Fica bem,
De Maria Branco a 1 de Dezembro de 2004 às 00:14
Hoje é dia de despedidas... Não te digo Adeus, querido amigo! Digo-te um até já... Levo-te no coração... Obrigada pela tua atenção, carinho e todas as partilhadas! Desejo que sejas muito feliz! Voltarei ao teu canto sempre que a saudade falar mais alto.. Um beijo e um abraço enormes...
(Gosto muito do que cada palavra revela de ti)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds