Domingo, 23 de Setembro de 2007

Brindo Às Senhoras

mulher2.jpgOutrora belas estas mulheres cansadas pelo tempo ainda,Desafiam a gravidade das calçadas íngremes e desajeitadas,De aventais coloridos e caixas e canastras em cabeças escondidas,Silvam pregões sonoros e límpidos que se espalham pelo ar...São rostos cinzelados de sulcos e rugas vergastadas pelos anos,Passos ora firmes ora vacilantes em pedras deslavadas,E gastas pela porrada de rotinas viciadas,E têm traços vincados de lágrimas sofridas sob os olhitos laços…É vê-las pela manhãzinha sem amedrontamentos,Faça frio ou chuva ou sol elementos impiedosos,Que nunca as poupam em raivas contidas,Ó freguesa… ó freguesa olha o peixe fresco e vivinho!!!...E na resistência,Na tenacidade,Também na amabilidade,Há alma ainda animada,E conseguem sorrir às vezes…É verdade ainda têm força e vontade para sorrir.. vejam só!...Carlos Reis(Imagem:Web)
publicado por In Loko às 04:53
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Segunda-feira, 17 de Setembro de 2007

Dividendos Na Noite

harmonia1.jpgMuito gosto eu de ir para o mar à noite,Sentar-me no chão e absorver os silêncios em tons diferentes,Deixar-me envolver pelo céu limpo fervilhado de brilhos,Piscares de olhos incansáveis maneios de sedução,Véus de sensações trazidos pelas mãos do invisível,Em cantatas da água que se espalham nas moléculas sem sono,E meu ser minha alma são elevados a palcos em comunhão…Muito gosto eu de à noite confidenciar ao mar,Segredos que mais ninguém pode ouvir nem suspeitar,São paixões e sonhos de viagens que poucos entendem,Labirintos de sons que a razão desconhece,Escadas de pautas de música que se desvanecem no tempo,São templos de vivências guardados na mente,Em que só a água, o ar, a respiração consentem!Carlos Reis(Imagem: Web)
publicado por In Loko às 05:38
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

O Efeito Narcótico dos Espaços Abertos

contemplar_o_silencio.jpgÉ no olhar e contemplando o horizonte até o perder de vista que o fascínio dos espaços abertos me atrai e encanta. Nas planícies, nas serras, nas ribeiras e suas águas em correrias, no mar imenso que constantemente me acena e enfeitiça que o desafio do voar se apossa de mim.Experimentem correr por um monte abaixo de braços abertos e vão sentir-se tão livres tão soltos, que asas invisíveis se abrem e levantam-nos em sensações inarráveis, sem destino, levitando-nos!...Vão ao cimo de uma escarpa alta e olhem para baixo para o vácuo, levantem os braços e gritem bem alto, e o eco prolongado que se faz sentir é o primeiro bocado de nós a voar, virem-se de costas e olhem o céu e deixem o corpo baloiçar em todas as direcções e sintam o eco de volta tocar-nos, trespassar-nos a pele, penetrando e enchendo os poros… levando-nos no seu sopro!...Entrem pelo mar adentro e já longe da costa deitem-se de costas boiando, olhem as nuvens e os azuis do céu em movimento, motores de partida em viagem ao calhas, qual barco sem timoneiro nem bússola… nos sentimos tão unos na correnteza do vento e no embalo das ondas sem rumos que nossos corpos perdem significado, só nos fica a leve consciência do deslizamento do voo!...Ou, simplesmente, subam ao rochedo e sentem-se de pernas cruzadas, fechem os olhos e esvaziem a mente… deixem-se envolver pelos silêncios e cantares serenos do mar… pelo fresco do ar que nos invade de pequenas golfadas de sons… e deixemo-nos ir!...Carlos Reis(Imagem: Web)
publicado por In Loko às 04:59
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sábado, 1 de Setembro de 2007

Olá Menina!

salto_cabrito.jpgLembrei-me de ti quando entrei naquela gruta da Serra,Do gosto de andarmos e escorregarmos nos musgos das rochas,Tu descontraída e sorridente e eu aflito para não mergulhar no mar,Da felicidade que teus olhos espelhavam e eu, confesso, meio aterrado,No alto disfarçava sentindo tua boca na minha e teu sôfrego respirar…Nos jorros de água que caíam na corrente lembrei-me do chapinar dos teus pés,E nos reflexos brilhantes encontrei o brilho dos teus olhos raiados pelo sol,O meu respirar tomava vida sibilando nas paredes molhadas,E em vibrações surdas devolviam-me o ar que respirava, que na altura respiravas…Sondei o eco com teu nome em grito sereno,Espalhou-se no fechado da gruta vibrares que me tocaram de fininho,Envolvendo-me, levando-me para outras paragens, sítios marcantes,Talvez por impressão minha pareceu-me ouvir tua voz baixinho.Ilusão claro e que importa? Adoro as emoções de vidas constantes…E se fechar os olhos… se fechássemos os olhos agora aqui,Neste lugar lavrado pelas águas pelos musgos pelo tempo sem data,Algo de mim, de nós, se desprendia do corpo em transcendências sem rumo,Talvez para os rochedos dos nossos desenhos que nada apaga nada mata!...E sabes, continuo a ter terror danado quando ando pelos musgos!Carlos Reis(Imagem: António Vale)
publicado por In Loko às 06:41
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds