Sexta-feira, 25 de Janeiro de 2008

Sons nos Silêncios

luz_cores.jpgE quando a noite me empresta seus silêncios,E eu já desenleado do lixo dos ruídos,Pego na viola e toco coisas para mim e ecos espalho para quem me ouve,A lua gorda toda maquilhada vem-me ouvir também,Aproxima-se tanto que se estendesse o braço a tocaria nos lábios coloridos.E com a brisa fresca chegam-me sons de aplausos,Não sei de onde… vêem lá debaixo do cheiro do mar… Ou de cima, da Lua sorridente e nuvens dançantes despidas,-As sereias deixaram de brincar para me escutarem também,Sentadas nas rochas e areias, inventam palmas com as caudas no ar.E as gaivotas em bando esvoaçam às voltas num carrossel frenético,Ondas de danças colorindo o céu de enfeites femininos,Deixando soar seus piares de agrado que se espalham,Vezes sem conta no eco da noite… em sinal alegre, feliz e hipnótico.Embrenhado assim nos acordes dedilhados em lenta candura,Sonho ver nas ondas do mar silhueta feminina que me olha,Sorrisos levados na água que me tocam os sentidos,Beijos que me chegam dos reflexos da água e da sua doce frescura…E minha viola toca, toca… e eu canto sem dizer palavra nenhuma, Para ti menina que me encanta desse lado que me escuta,Os sons que desfio em cascatas corridas pelo teu leito… teu colo desnudado,Onde desagua o frémito do meu sentir dado!....Carlos Reis(Imagem Web)
publicado por In Loko às 07:17
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Desenhanho Adulações

brilhos_horizonte.jpgSe tivesses vindo comigo palmilhar as areias quentes,E olhar o Sol sábio, indagador e perspicaz,Terias percebido o peso das emoções que deixei escrito no meu olhar,Quando alinhavei e peguei nas tuas mãos lá atrás…Terias percebido que em silêncio pedi-te que ficasses,E mostrar-te-ia o sítio onde o fogo do gostar mais arde,Onde o amor e ódio mais se completam e detestam,E escolherias sem lágrimas as portas do inferno ou da arte…Quisesses tu partilhar os voos da luz no horizonte afável,Onde os sons do meu pensamento são hinos dos céus;Caminhos azuis, cascatas de mel, castelos de palavras que se elevam,Poisos de rouxinóis apaixonados, ninhos de braços (os meus e os teus)…Disse-te tanto nas palavras que não escrevi,Não entendeste o brilho dos meus olhos e do sol confidente,Os dizeres das ondas molhando-te os pés,Os sorrisos que espalhei no teu cabelo,Os dedos amantes que lábios desenharam no teu peito…Não entendeste mas fica sabendo que gosto de te pensar,Sorver-te em mim criatura das mil vozes que as palavras veneram,E que o vento abraça em paixões musicais deleitadas,No tactear o fresco da noite que me chega e conta-me segredos teus,Descalça e nua no bailado da lua em caminhos de azuis e andares soltos de gazela!Carlos Reis(Imagem Web)
publicado por In Loko às 03:06
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

Canção

guitarras.jpgVai silhueta ou miragem por aí sem destinoSe puderes leva-me contigo na tua sombra de florNos cheiros que espalhaste em toques ousados na minha pele dadaNos lábios fogosos de beijos amantes de vontade, de sedesVai silhueta ou miragem por aí sem destinoMas não me tires as fantasias do vento namorado por ambos, sentido e saciadoDa imensidão dos céus de sonhos em cumplicidades partilhadas e desejadasDo perfume dos teus cabelos longos ondulados como as ondas do marVai silhueta ou miragem por aí sem destinoE não esqueças a aventura carpida que pintamos e enfeitamos noites sem fimNa tela dos nossos peitos comungados de emoções e sentires palpitantesEm momentos de volúpia das nossas carnes em constante seduçãoVai silhueta ou miragem por aí sem destinoE canta pelos mundos quão é belo quando duas almas se queremEu continuo por aqui para te memorizar a respiração secretaNa fogueira imensa no crepitar do meu pensarVai e voa sem destino!...Carlos Reis(Imagem: Web)
publicado por In Loko às 07:01
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds