Sexta-feira, 9 de Dezembro de 2005

Química Descontinuada

Building-Dreams.jpgSe voltares à barraca do monte,Não leves tristeza nem amargura,Deixa-a perfumada com tua presença sorridente,Pega na viola e deixa-a cheia dos teus sons,Marca a almofada da cama com o baton dos teus lábios,Quando lá voltar vou regar tudo com lágrimas felizes.Vou abrir um canteiro no meu peito,E deixar que tua seiva germine, me encha;De sons, sorrisos, cheiros que não quero esquecer!Vou seguir tuas pegadas monte abaixo,Para te encontrar, saber como vais...Não te quero comigo, só te olhar, deliciar-me com teu sorriso,Somos impróprios para juntos navegarmos pelas calçadas das ruas,Fomos feitos para nos amar-mos, nunca juntos vivermos,Estilhaçaríamos bem depressa os sonhos da barraca do monte!Carlos Reis
publicado por In Loko às 05:39
link do post | comentar | favorito
9 comentários:
De Cakau a 13 de Dezembro de 2005 às 12:52
Não é o amor que é complicado. Somo nós que o complicamos e o distorcemos com as nossas vontades. Eu cá queria a barraca do monte todos os dias e para viver nela :P É um texto delcioso :) Um beijinho grande, menino Carlos *
De amita a 13 de Dezembro de 2005 às 00:12
Olá Carlos.Muito lindo o teu poema. Por vezes é mais venturoso quem segue amando a vida assim. Bjinhos, meu amigo, e um doce sorriso
De Maria do Céu Costa a 11 de Dezembro de 2005 às 21:37
Vim reler esta "quimica". Boa semana.
De Mocho a 11 de Dezembro de 2005 às 18:24
Onde é que tu andas? A tocar viola, algures na barraca de um monte? Boa semana.
De Ana a 10 de Dezembro de 2005 às 17:13
Achei lindo o "vou regar tudo com lágrimas felizes". Meu amigo, tens andado com medo dos estilhaços? Olhe que esse amor está me parecendo dos avassaladores... tens razão, melhor ser precavido. Bjos.
De andrye a 10 de Dezembro de 2005 às 12:12
passei pa desejar um bom fim de semana e deixar uma beijoka! :) **
De Maria do Céu Costa a 10 de Dezembro de 2005 às 10:13
A quimica nos sentimentos. Quimicas que por vezes funcionam assim com bem descrece o teu poema, sem a junção e na liberdade dos sentires. Bonito trabalho! Beijinhos.
De Mocho a 9 de Dezembro de 2005 às 20:02
Carlos, o teu comentário no meu post foi de uma autentica risada entre os meus colegas, tamanha a delícia do que lá escreveste. Muito giro, muito mordaz, muito divertido, muito bem escrito. O teu comentário fez-me pensar se um dia destes não nos queres brindar com um texto em prosa. É que já não é a 1ª vez que me delicias com a forma como comentas. Nos poemas que escreves não dá para perceber, mas tens uma veia espectacular para a escrita com humor. Ok, adiante, que já escrevi de mais sobre o que não vem agora ao caso. O que está em causa, no teu post, é o que acontece a muita gente: amar e resignar porque o amor sente-se e existe mas os comportamentos chocam-se ou, de alguma forma, não se adequam e não podem coexistir. PIU.
De Pozinhos de Perlimpimpim a 9 de Dezembro de 2005 às 11:39
É, há amores assim, daqueles que existem apenas para amarmos e seremos felizes, amando e sonhando com eles, que se contentam apenas com instantes, e onde um simples sorriso é suficiente...uma belissima forma de amar, quiça a mais pura das inventadas. Beijos Mágicos e mais uma vez saio daqui encantada

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds