Quinta-feira, 5 de Janeiro de 2006

Levezas do Olhar

Olhar_pintado.jpgÉ inebriante olhar o mar desfeito em milhares de azuis,e o encanto leva-me a subir rochas, rochedos, em desafio,Ondas vorazes de braços estendidos, prontas para me agarrarem,Ludibrio-as com a leveza de passos mansos, provocando-as,E o mar chora lágrimas salgadas, molhando-me, e eu rio!Corro até à ponta do molhe e aponto-te meu olhar gozador,Humilho-te mar, pondo em causa teu poderio de braços no ar,Grito aos céus para testemunhar, como tuas ondas iradas não me intmidam,Molhado, encharcado sim, mas firme e destemido te faço frente!Não me leves a mal mar, é por gostar tanto de ti que te confronto,E me atiro para dentro de ti, para sentir teu gostar denso e tonto...És a fonte que lava minha alma, daí que não me amedrontas!Carlos Reis
publicado por In Loko às 06:14
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Cakau a 9 de Janeiro de 2006 às 14:19
Ele também não me amedronta. MAs exerce um grande respeito e fascínio... :) Beijinhos grandes e boa semana *
De Magia a 8 de Janeiro de 2006 às 20:06
Vim aqui para te ler mais uma vez, este poema encantou-me :) Encantamentos mil
De Draikinha a 8 de Janeiro de 2006 às 19:05
Oi!Tens mt geito p'ra escrever poemas.Amanhã vou ter aulas com a professora de português e pensei em lhe levar um dos teus poemas!
Bjuss.:Draikinha
De Mocho a 7 de Janeiro de 2006 às 19:16

"(...)Não me leves a mal, mar, é por gostar tanto de ti que te confronto e me atiro (...)". Cada palavra do teu poema (tão forte) fez-me lembrar a história de um bom e grande amigo (e colega) que se suicidou há cerca de 5 anos numa ravina do Guincho. Ele adorava o mar e ia muitas vezes passear para ali perto até porque morava no Estoril. Dizia-me muitas vezes que era incapaz de se afastar por muito tempo do mar e que, por vezes, tinha a sensação que o mar o chamava. Infelizmente, o esforço, a ansiedade do trabalho e a atracção fascinante que sentia pelo mar levaram-no a juntar-se a uma das coisas que ele mais gostava na vida. Um grande beijo para ti, meu amigo. P.S. - Olha que não fiquei triste. É sempre um grande prazer para mim recordar tão nobre amigo e o teu poema é lindissimo.
De Lagoa_Azul a 7 de Janeiro de 2006 às 16:46
...e se o Mar chora lagrimas salgadas, as tuas são doces decerto...e todos os dias buscamos ascender á grandiosidade do Mar...lindo poema, beijos com carinho.
De Neith a 5 de Janeiro de 2006 às 20:30
Deixei-me levar por este mar de palavras repleto de sentimento ... belo este teu texto :) Um beijinho
De Magia a 5 de Janeiro de 2006 às 09:50
Ás vezes precisamos de confrontar o Amor, para o percebermos melhor, para reafirmarmos o que sentimos, bonita metáfora, mais uma vez, saio daqui, encantada com as tuas palavras...beijo

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds