Domingo, 20 de Agosto de 2006

Rio Traído

8g.jpgEstou triste porque estás triste rio. Vagaroso, sujo, quase sem corpo,Por mais que te espreguices as margens estão longe,Em agonia, lamacentas, querem a tua frescura nas mãos,E tu cabisbaixo só podes acenar-lhes chorando…Custa-me ver-te assim sem água, esquelético;As ervas, as pedras, as raízes tão secas à tua volta,Olham-te amarguradas… piedoso olhar da morte!Que fizeram à tua nascente de outrora larga e vasta,Portentosa, enorme, de tanto brilho que a vida airosa,Ria de tanta limpidez e satisfação onde as margens tuas amantes,Engravidavam em abundância com a essência fértil que lhes davas?Sem poder evitar um lágrima no rosto,Olho-te e molho os pés em ti,Num fio de água escura e quente,Envergonhado, humilhado, aviltado;Nem me respondes como dantes,- Quem te quer fazer desaparecer desta maneira rio?Carlos Reis(Imagem: Autor Desconhecido)
publicado por In Loko às 05:04
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De kelly Naturezinha a 10 de Setembro de 2006 às 05:18
Nao tenho palavras para dizer o que senti.
Talvez tenha palavras, mas nao sou como vc
nao consigo expressar tudo que sinto.
Que texto maravilhoso
Arrancou-me lagrimas outra vez? quem es?
De kelly Naturezinha a 10 de Setembro de 2006 às 05:18
Nao tenho palavras para dizer o que senti.
Talvez tenha palavras, mas nao sou como vc
nao consigo expressar tudo que sinto.
Que texto maravilhoso
Arrancou-me lagrimas outra vez? quem es?
De Luis a 26 de Agosto de 2006 às 11:46
Obrigado pela visita ao virtual.
Um abraço
Luis
De willians a 24 de Agosto de 2006 às 01:23
talvez um jorge ben para desafazer estas coisas de ego e demais agonias de nós,humanos que somos
De Magia a 23 de Agosto de 2006 às 15:51
Oh rio despido de ti, vais nu, já não moras aqui, já não és tu!!!! Beijinhos menino In Loko e agradeço sempre a doçura das palavras que na minha casa espalhas sempre que lá entras!!!!!
De Ana a 23 de Agosto de 2006 às 01:09
Muito bom post... sentido, sofrido.
Parabéns.
De Ofeliazinha a 22 de Agosto de 2006 às 19:34
Desconhecido ou não são muito belas as palavras.
De marco a 21 de Agosto de 2006 às 00:23
Teremos de chorar todos junto à margem para que eles renasçam.
De Jasmim a 20 de Agosto de 2006 às 20:10
Olá Carlos,

hoje é o dia internacional da biodiversidade.

Este teu poema vem mesmo a propósito.

Um abraço
De Jasmim a 20 de Agosto de 2006 às 20:10
Olá Carlos,

hoje é o dia internacional da biodiversidade.

Este teu poema vem mesmo a propósito.

Um abraço

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds