Quinta-feira, 28 de Junho de 2007

Bailado Nocturno

bailado_c.jpgNão quiseste vir e fui só pela noite apanhar o brilho das luzes,Assobiando baixinho por ruas e travessas nuas,Na companhia das sombras que a brisa fresca inventa,Em danças estranhas deitadas no chão e encostadas às paredes,Como nos palcos dos circos onde os corpos voam sem redes…Desci escadas e vielas em direcção ao rio,De braço dado com minha sombra,Que teimosamente não me largava,Em jeito de anjo da guarda.Caminhei pelas bermas da água olhando a ondulação de coloridos vários,E no namoro do rio com as margens em toques sossegados,- Beijos repetidos em silêncio e cumplicemente sonegados!...E as estrelas e constelações que comigo brincaram aos brilhos,- Ai o que tu perdeste… quando doidas de riso me ofuscaram,De bailados e cânticos, como nunca vi, onde o céu e a terra me tocaram!... Carlos Reis(Imagem: Web)
publicado por In Loko às 05:44
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Cakau a 5 de Julho de 2007 às 14:10
E que bailado, meu amigo! :) Lindo! *
De impulsos a 4 de Julho de 2007 às 15:08
Tu sabes escrever tão bem!...
Até da tua solidão compões um poema lindíssimo, que só as estrelas tiveram o prazer de ler em primeira mão.

Um beijo
De alem horizonte a 1 de Julho de 2007 às 03:08
Num bailado onde os passos são uma dança com o tempo, no espaço interior...
Mesmo que "solitário"; como as palavras deste seu poema, suavizam esse momento da noite.
E, ainda bem :)
Gostei de ler.
Um abraço
De António Melans a 30 de Junho de 2007 às 21:24
È assim. Há caminhos que temos de ser nós a percorrer sozinhos. Pode ser doloroso. Mas às vezes a jornada torna-se mais proveitosa.
Belo poema. Gostei
De ana luar a 28 de Junho de 2007 às 08:53
Dancei ao som desta musica fabulosa que são os sentimentos puros... e gostei... gostei tanto que me apaixonei!
De Secreta a 28 de Junho de 2007 às 08:45
Não estavas só , pois que o teu coração estava cheio.
Beijito.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds