Quinta-feira, 7 de Fevereiro de 2008

Mar da Praia

mar2.jpg• Tantas canções inventadas espalhei nestas margens, Da praia, meu berço de amores e encontros, Não podia ver uma cara bonita que não a olhasse e cobiçasse, Com sons nos olhos e poemas largados às aragens. Os bons ventos do mar os levavam, Para nas suas mãos os deixarem em letras de pensamento, - Cantava-lhes os olhos de múltiplas cores, os cabelos soltos dançando, Os sorrisos abertos como voos de mariposas, E os encontros marcados que eles combinavam. Sou feliz pelas horas dos dias e das noites, Que por aqui deambulei, passeio… amado e encantado, Com vossos rostos e toques de pele endiabrados, Pelas correrias n’areia, mergulhos na água, beijos partilhados. Hoje que por aqui ando pisando os sinais dos mesmos passos, Olhando as caras bonitas que esvoaçam ao meu redor, Sorrio… e invento novamente canções e poemas, Que vos entrego directamente nos olhos iluminados de alegria, Louvo pois, este cruzar de afectos no vai e vem de andares mansos!...Carlos Reis(Imagem: Web)
publicado por In Loko às 07:40
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De isa&luis a 13 de Fevereiro de 2008 às 19:20
Olá menino dos sentires sons e da magia....
gosto muito de te ler....

Beijos meus

Isa
De Secreta a 11 de Fevereiro de 2008 às 10:59
Um Mar da Praia , mágico em sentires.
Beijito.
De mªjose a 8 de Fevereiro de 2008 às 02:54
Acredito que continuarás a espalhar belas melodias nesse Mar da Praia por onde os passos te guiam, entre momentos vividos e tantos outros que se adivinham, plenos de sons, vindos das ondas que beijam a areia da praia, hoje!
Momentos Felizes para Viver, Sempre!
Belo Poema
Bjs
De impulsos a 7 de Fevereiro de 2008 às 18:14
Os teus passos levaram-te lá...
Aquele sítio encantado por onde outrora corriam sentimentos velozes pelas veias de corpos viçosos e rostos de pele esticada, que beijaste por breves momentos, nos teus pensamentos agora desembrulhados que tiraste da gaveta empoeirada, do teu sótão de memórias passadas...

Gostei e muito!
Um beijo para ti, poeta romântico.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds