Terça-feira, 22 de Julho de 2008

Simbioses

mar_sereno.jpgSe perguntarem por mim digam-lhes que estou no mar lá ao longe na minha jangada, em recolhimento no meu templo de eleição, onde o Ar, o Espaço Aberto e a Água se harmonizam em bênçãos celestiais e terrestres… e por favor não me chamem!...O Ar e o Céu que me fascinam na musicalidade que me dão como instrumentos de sopro em sibilares e silvos das flautas, das harmónicas e saxofones que chegam a “ferir-me” pela tamanha doçura envolvente e me levam nos seus tons estendidos de voos mágicos… e os frescos e as cores dançantes de braço dado premeiam-me com namoros de encanto que nunca me cansam… O Espaço Aberto que tanto me faz lembrar violinos desfiando sons ora frenéticos ora melodiosos como o esvoaçar das aves de asas bem abertas rasgando o vento em correntes deslizantes e que o meu olhar sorri e muito aplaude… transportam-me amiúde para as infinitudes de passagens de outros espaços sem barreiras…O Mar e sua Água de percussões bem timbradas que tanto me embala nas fortes e sonoras batidas de tambores quando se abraça às rochas e se estende pelo areal mostrando o seu belo corpo mesclado de azuis e verdes e roxos e sombras naquele ondular de feitiço único… ou nos rugidos de tubas em fúrias quando o humor está animado e no seu gozo próprio pensa em assustar, delicia-me com os seus risos de vozeirão deslumbrado…E neste estado quase hipnótico sinto-me cheio e indistinto também… tão leve e quase indecifrável como o monte de átomos que se juntam em brincadeiras de jogos e teimam em dar-me esta forma ao meu corpo muito mais diluída que sólida no rochedo onde me sento… numa espécie de simbiose onde os elementos da criação se unem e fundem e dão forma aos sentidos da vida!Sabes vida,É pegando nestes instantes,Bocados de ti e de mim,E na graça que me dão em senti-los,Que cada vez mais cresço na minha pequenez…Carlos Reis(Imagem: Web)
publicado por In Loko às 06:57
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Beatriz a 5 de Agosto de 2008 às 03:57
Sem nova postagem para encantar meu olhar, vou passando e deixando sorrisos aninhados em mimosas flores e douradas estrelas. Um beijo no coração!
De Secreta a 1 de Agosto de 2008 às 08:55
Hm , que texto tão "leve" ... é muito bom quando nos sentimos assim , de bem com a vida , com o que nos rodeia.
Deixo um beijito.
De Beatriz a 27 de Julho de 2008 às 14:07
Uma seqüência de imagens tecendo versos que vão encantando o olhar, enternecendo o coração e culminam por se aconchegarem na alma, fazendo florescer a essência da mais pura Poesia. Foi isto que conseguiste, amigo, fazer-me 'viajar' por entre tuas palavras e deixar-me aninhar neste texto que considero um dos mais belos já lidos por aqui. Ninguém ousaria chamar-te, sabendo-te tão envolvido nesses aspectos da natureza, pois advinhávamos que tua alma estava a absorver os elementos necessários para vir nos presentear com uma criação como esta. Ficam sorrisos, flores, estrelas, um beijo no coração, e o desejo de um lindo domingo e uma semana de alegria e paz.
De impulsos a 25 de Julho de 2008 às 11:41
Ai meu amigo, que lindo está o que escreveste... apetecia-me entrar lá dentro do teu texto e fazer parte de tudo aquilo que lá existe, graças ao teu dom da criação, que transforma sentires em palavras que nos dão estes momentos de beleza e paz.
Queria dançar ao som daquela música, uma melodia encantadora que quase consigo ouvir daqui...
Queria sentar-me ao teu lado e apreciar tudo aquilo que tu consegues ver...

A minha pequenez é ainda mais visível perante a tua grandeza de saber, com quem muito tenho aprendido e espero continuar a aprender!

Beijo agradecido

PS. Tenho andado ausente, mas jamais me esqueço de quem me é querido.
De catxinha a 23 de Julho de 2008 às 16:46
Que belo post. Amei.
Um beijo*
De catxinha a 23 de Julho de 2008 às 16:45
Que belo post. Amei.
Um beijo*

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds