Quinta-feira, 20 de Novembro de 2008

Sabores da Noite

mulher_deslumbre.jpgNascia o dia levemente colorido com os suaves tons de azuis e verdes dados pelo sol, ainda escondido… As faces dela perdiam os contornos do sombreado da noite,O rosto pendido no meu peito tonificava-se de róseo laranja e amarelos de alva,Dormitando ainda, o bater do seu peito em mim eram solavancos de vida,Fluxos de energia que me trespassava o corpo e espírito em acalmia alegre,Alentava-me a alma o gostar de estar assim céu aberto deitados na areia,Nas graças dos olhares luminosos e brilhantes sob tão adorado manto de estrelas.O silêncio seria total se ao longe o bailar ondulado do mar não se fizesse ouvir,Aqueles vai e vem das ondas são instrumentos de música que não há igual,Embalam-me tão docemente como embalam os anjos que se passeiam pela noite,E sinto em todo o meu Ser o entusiasmo imenso do renascer de outro dia,- Apetece-me gritar, e grito em silêncio… à luz e sons que assim me deixam vaguear.Tanto de mim se expande cobrindo esta menina que se enrosca no berço do meu colo,Uma concha, uma sereia, um serafim em perfeito desenho de feto,É linda esta criatura feminina que exala néctares de ninfa… sabores de si,Rosas, jasmins, plantas impensadas, perfumes dados por todos os seus poros,Beijo-lhe os cabelos de seda… a esta mulher-amante dos passos da noite,Longos e negros que parecem clarear pelos miríades pingos caídos do rosto cândido,E húmido da noite…O sol agora já é senhor de todo o seu poderio, braços abertos e mãos estendidas,Vai pintando e reluzindo tudo que lhe aparece pela frente e como lhe apetece,Contentamento de criança nos desvarios das cores em folhas brancas…E esta minha embriaguez emocional faz-me rolar o sangue escaldante sem sentido,Altera-me a geometria das veias na inebriante exaltação no seu corrediço andar,É veneno bom em mim… é veneno bom que lhe estendo…É veneno bom e gratificante de mim que lhe dou nos olhares que lhe pouso nos lábios!Carlos Reis(Imagem: Web)
publicado por In Loko às 10:14
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Amita a 17 de Dezembro de 2008 às 18:50
A ternura desta prosa poética é um renascer contínuo, doce e leve.
Meu amigo, trago-te um grande abraço e o desejo de que tenhas umas Alegres Festas e que o Ano que se aproxima te faça muito feliz.
Um bjinho grande desta tua amiga
De Rita a 12 de Dezembro de 2008 às 22:46
Não sei de onde vim..._____
Não sei como cheguei aqui....______ deixei-me envolver pela musica das palavras_______
Em silêncio repousei o olhar na imagem e senti cada som da música de fundo______
Não me apetece sair deste pedaço de sonho em que os sabores da noite me embalam docemente_________
Deixo-me ficar presa nesta embriaguez gratificante e abraço a docura das palavras___
Nos lábios, um sorriso____ No olhar uma lágrima reflecte o sentir ...
Um beijo solto que fica à deriva no sonho____


De impulsos a 30 de Novembro de 2008 às 06:24
Meu querido amigo
Foi com imensa alegria, que te vi regrressar, após algum tempo sem dares notícias nenhumas...
Sabes, isto aqui na blogosfera, é mais ou menos sentido, dependendo do grau de "conhecimento" ou de amizade virtual, que se tem de cada um. E tu, meu amigo, acredita que se notou bem a tua ausência!

Em relação à tua bela prosa poética te digo que adorei cada pedacinho de satisfação que conseguiste meter dentro dela.
Um amanhecer belíssimo, recheado de sentires e de belas expressões que só um poeta sabe dar às suas obras.

Agora faz favor de não arredar pé de novo, por muito tempo...

Beijo
De Beatriz a 25 de Novembro de 2008 às 19:31
Encanta-me a facilidade que tens de colocar poesia em cada vivência tua. Um texto onde o teu olhar apaixonado passeia sobre o mar e se foca na beleza da mulher amada que, ao teu lado, te inspira versos tão ternos e tão sentidos. A visão que nos dás a conhecer se reveste não só de ternura como também de todos os aspectos que revestem o sentimento do amor, da entrega, de uma doce paixão. É lindo ver o teu sentir assim se desabrochar... é lindo!

Demoras a postar, mas quando o faz, oferece-nos páginas de tanta significação, como esta.

Fica meu carinho num dos raios de um lindo pôr-do-sol que diviso agora de minha janela e te mando de presente, como a agradecer pelo momento lindo que a tua leitura me proporcionou.
De Beatriz a 25 de Novembro de 2008 às 19:31
Encanta-me a facilidade que tens de colocar poesia em cada vivência tua. Um texto onde o teu olhar apaixonado passeia sobre o mar e se foca na beleza da mulher amada que, ao teu lado, te inspira versos tão ternos e tão sentidos. A visão que nos dás a conhecer se reveste não só de ternura como também de todos os aspectos que revestem o sentimento do amor, da entrega, de uma doce paixão. É lindo ver o teu sentir assim se desabrochar... é lindo!

Demoras a postar, mas quando o faz, oferece-nos páginas de tanta significação, como esta.

Fica meu carinho num dos raios de um lindo pôr-do-sol que diviso agora de minha janela e te mando de presente, como a agradecer pelo momento lindo que a tua leitura me proporcionou.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
30
31

.posts recentes

. Ir Assim

. Acenos

. Intemporalidades

. HORAS

. Toques

. Eu, Tu e a escrita

. Desfrutar Diálogo

. Bom Dia - Boa Noite

. Emancipação do Olhar

. Contentamento

.arquivos

. Maio 2013

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds